ponto de vista

sonoridades

arquivo »

vídeos e fotos

  • jornais A
  • Jornais B
  • Jornais C
  • Jornais D

SUBVERSIVO ATÉ A ALMA

Em janeiro de 2006, a revista eletrônica Pontodevista disponibilizou entre outras matérias “Subversivo até a alma”, livro biográfico sobre Tarso de Castro; “Paixão pelos livros” e “Morre criador do gonzo jornalismo”. Navegue pela edição de n.41 que tem sob censura uma boa parte do seu conteúdo. Botões e “linques” que não abrem a página indicada é sinal de material que retiramos em função da “limpeza” que nos foi imposta por uma ação Cível movida por um funcionário com 35 anos de RBS/jornal Zero Hora. Na esfera criminal, em todas as instâncias, fomos absolvidos. Nenhuma de nossas críticas, assim como o uso de apelidos (amplamente) conhecidos em toda a categoria foi considerado um crime. A EDIÇÃO N. 41 É AQUI.

o comando é vermelho com a história de janu

No dia 28 de julho de 1993, o jornal O DIA publicou matéria assinada pelo velho jornalista José Louzeiro com o título “Janu, um  intelectual à margem da lei”. O texto conta a história de Janu, um ex-militante das organizações PCdoB e VAR-Palmares que se torna  ”marginal” para construir o Comando Vermelho. Esta  ”matéria” (item n.3 do índice) é o destaque da edição de número 40 da revista eletrônica Pontodevista, de dezembro de 2005. Passem os olhos, também, nas páginas “Saci come as bruxinhas” e “PRBS lincha o MST”, além de muitas outras disponibilizadas nessa edição. Retiramos o Microeditorial por conter material sob censura e que tinha por título “A urgência de um jornalismo romântico”.   NAVEGUEM NA EDIÇÃO DE NÚMERO 40.

outro exemplar de caráter enciclopédico

Não estamos exagerando quando dizemos que alguns números da revista eletrônica Pontodevista tinham um caráter absolutamente enciclopédico. A edição de n.39 têm “matérias” como “Um herói de três pátrias”, “30 anos da morte de Herzog”, “Harold Pinter” e um som zapatista.  Quando estamos (re)editando este material fica uma certa saudade dos tempos que trabalhávamos o mês inteiro para disponibilizar este conteúdo aos estudantes de JORNALISMO. Este exemplar de n. 39 é para ser lido por inteiro. Navegue por este mundo de informações a partir DAQUI.

“jornalistas e patrões”

Em outubro de 2005 editamos a revista eletrônica Pontodevista de número 38. Destaque para uma sequência de páginas com material produzido pelo jornalista Eduardo Saidl, resultantes de suas andanças pela nuestra américa latina. A barra de rolagem é na horizontal. E esta “matéria” está no índice da esquerda. Destaques, também, para “Das leituras de Borges” e “Jornalistas e patrões”. Estamos (re)editando cada uma das edições, a partir de uma “limpeza” das matérias censuradas, sempre a partir da capa. Embora tenhamos ganho, em todas as instâncias, na esfera criminal o processo movido por um funcionário com 35 anos de PRBS/Jornal Zero Hora, continuamos submetidos a uma multa diária de 150 reais se insistirmos nas críticas. A ação na esfera cível continua em andamento. Botões e “linques” que não levam à página indicada é sinal de material censurado. TRANSITEM PELA EDIÇÃO 38.